E que comece a reforma!

4 set
O entulho está todo na cozinha!

O entulho está todo na cozinha!

Vamos mudar para uma casa ou vamos reformar o apartamento?

Essa foi uma pergunta que eu e meu marido tentamos responder no começo desse ano. Sem compromisso, começamos a procurar casas de vila. Como o George é musico e trabalha à noite, achamos que uma vila poderia ser uma opção mais segura. Fora que com as crianças, achamos que poderíamos oferecer mais espaço para eles brincarem.

Nosso sonho de consumo: uma casa de vila ali na região do Brooklyn, perto da Hípica Paulista. Visitamos diversas casas e gostamos de várias, mas infelizmente todas estavam a cima de um milhão. E não é que eram casas espetaculares. Todas tinham cerca de 100 metros quadrados e nada mais. Enfim, estamos na busca ainda.

Em paralelo, discutimos reformar os banheiros de casa. Como o prédio em que moramos já tem cerca de 20 anos, os banheiros estavam precisando de uma boa reforma. Eu odeio tudo neles – a cor dos azulejos e das privadas, os box de vidro que não fecham direito e os bidês! As pessoas não usam mais bidês!

Para reforçar a nossa decisão de reforma, mesmo com as crianças e cachorro em casa, o piso do banheiro das crianças estufou.

Quebramos tudo então. A reforma começou nessa segunda-feira e estamos todos usando um banheiro só. A previsão é que a remodelagem de um dos banheiros dure 15 dias. Será? Vamos bater uma aposta?

A Caca teve uma reação muito engraçada ao ver o espaço ontem. Acredito que ela achou que o banheiro ficaria pronto de um dia para o outro. Depois do segundo dia de reforma, ela abriu a porta e disse:

“Nossa, tá pior!”

Falei para ela que ia ficar bem pior antes de melhorar! Oremos!

photo

O banheiro das crianças...

O banheiro das crianças…

Fofurices da Green

26 ago
Capa do livro São Rio, de Cadão Volpato

Capa do livro São Rio, de Cadão Volpato

A marca de moda infantil da Green tem um projeto muito bacana chamado “Redescobrindo o Brasil”. A cada coleção, eles lançam um livro que corresponde a uma das regiões do país. Todas as peças da temporada também conversam com o tema. Pessoas bacanas, como a chef Carla Pernambuco e o grafiteiro Speto, já assinaram livros para esse projeto.

A próxima coleção foi inspirada na região Sudeste, e foi batizada de “São Rio”. Como vocês sabem, eu sou fã do Rio de Janeiro e gostaria muito de poder morar lá um dia com a minha família. Então nem preciso dizer que essa é minha coleção favorita! As estampas estão lindas e o livrinho, assinado por Cadão Volpato, está rico demais. As ilustrações são delicadas e cheias de detalhe e a história é muito divertida.

Look Green da coleção de verão 2014

Look Green da coleção de verão 2014

Um menino e uma menina constroem cada um a sua cidade. Após o termino da montagem, eles olham cada um para a cidade vizinha e descobrem que as estruturas se complementam.

Para comemorar o lançamento, a Green vai fazer um evento na Livraria da Vila do Shopping JK no sábado, dia 31, a partir das 15 horas. Quem estiver com os filhotes por lá, vale super a pena! Cadão Volpato estará no local autografando exemplares.

Os cabelos que caem + final das férias

22 ago
Laces and Hair do Morumbi

Laces and Hair do Morumbi

Sim, infelizmente as férias acabaram. E eu estou de volta a rotina na agência e a mãe que trabalha fora de casa.

Mas gostaria de dividir com vocês hoje uma experiência que tive durante as férias. Há algum tempo, através de uma amiga, havia ouvido falar em um salão de cabeleireiro especializado em tratamentos. Ao invés de apenas “dar um tapa” nos fios, eles limpam, recuperam e tratam, principalmente para combater a queda.

Toda mãe sabe que após a gravidez, o cabelo começa a cair muito. No meu caso, não parou. Após o nascimento do Pedro, tive anemia (que ainda não se resolveu por completo) e por isso, o cabelo continuou a cair. Se somarmos a isso as três infecções de sinusite que teve e as três doses de antibiótico que tive que tomar, os fios do meu cabelo estão realmente mal tratados.

Então fui conhecer o Laces and Hair. Eles tem duas unidades – uma no Jardins, na Consolação, e no Morumbi, perto do Shopping. Eu fui no do Morumbi que é mais perto da minha casa. A experiência inteira foi muito boa. O local é uma delícia, com direito a jardim de inverno e cacatuas, e o atendimento é extremamente atencioso.

O tratamento que fiz foi especificamente para queda de cabelo, então foi feito em várias etapas: limpeza do couro cabeludo, desentupimento dos poros da cabeça (essa parte tem massagem!), vitamina e finalmente lavagem. E, obviamente, eu aproveitei para cobrir os cabelos brancos. Como parte do tratamento, eles te vendem os produtos para usar em casa. Mas você pode ir até uma das unidades e comprar separado. Eu levei a vitamina, o xampu e o condicionador. Eu super recomendo!

Essa é a vitamina! Para colocar 20 min antes de lavar o cabelo

Essa é a vitamina! Para colocar 20 min antes de lavar o cabelo

Uma dica importante que elas me deram e que acho bacana dividir com vocês: nunca coloquem o xampu ou condicionador diretamente na cabeça. Vocês tem que diluir na água antes. O xampu, por exemplo, deve ser diluído em dois dedos de água. O condicionador, em um dedo. Isso evita o acumulo de resíduos no couro cabeludo.

Semana que vem eu vou voltar para o Laces and Hair para fazer uma nova etapa do tratamento. Não é um tratamento barato, mas vale a pena. Realmente funciona!

Livros, livros, livros!

9 ago
Os livros novos das crianças

Os livros novos das crianças

Quem me conhece sabe que eu amo ler – não tem nada que me deixe tão feliz quando deitar na cama antes de dormir com um bom livro na mão após um longo dia. Acredito que o habito de ler é muito importante passar adiante para os filhos. Me lembro bem quando era pequena e dividia o quarto com uma das minhas irmãs mais velhas, a Claudia. Ela também deitava toda noite com um livro e lia 10, 20 minutos antes de dormir. Achava aquilo o máximo e queria crescer logo para poder ler livros sem figuras que nem os dela.

Como eu adoro ler, enlouqueço em livrarias. Principalmente a Livraria Cultura que, na minha opinião, é a melhor de São Paulo. Eles tem uma ótima seleção de livros em inglês, o que é importante para mim, pois até hoje leio melhor e mais rápido em inglês do que em português. Sempre que encontro, compro livros em inglês para a Carmen e para o Pedro também para usar como ferramenta para o aprendizado deles. A biblioteca da Caca já está bem grande e ela não dispensa a leitura antes de ir dormir. Aliás, Gabi, obrigada pelo The Cat in the Hat – é um dos favoritos dela!

Mas voltando a Livraria Cultura – achei duas prateleiras INTEIRAS ontem com livros para crianças em inglês. Obviamente, eu queria levar todos, mas consegui me controlar e levar apenas sete. A minha seleção incluiu:

1. Scrambled Eggs Super de Dr. Seuss
2. Selected Tales by Beatrix Potter
3. A Sick Day for Amos McGee
4. The Giving Tree
5. The Fantastic Flying Books of Mr. Morris Lessmore
6. Usborne Stories for Little Boys
7. Usborne Stories for Little Children

Esse último eu comprei porque tem uma versão bem bonitnha de O Mágico de Oz e a Caca ultimamente está obcecada com essa história apesar de ela nunca ter visto o filme! Espero estar incentivando a leitura!

Linguagem dos sinais

7 ago

Quando a Caca era nenê, li em algum lugar que os pequenos tem mais facilidade em aprender a linguagem dos sinais antes de aprender a falar. E que os sinais ajudam muitos os bebes a se expressarem quando eles ainda não sabem falar. Por conta disso, ensinei a Caca algumas palavras básicas como “sair”, “ajuda”, “eu te amo”, “dormir”, etc.

Com a Caca deu super certo! Até hoje ela pede para sair da mesa usando sinais. E qual foi a minha surpresa outro dia quando o Pedro pediu para sair do cadeirão usando sinais? Foi tão bonitinho!!! E ele não está falando ainda – e única palavra que ele sabe é “Caca”.

Me empolguei então. Atá baixei um aplicativo no celular para me ajudar a aprender mais sinais. Quero aprender muito mais e ensinar para os pequenos. A Caca adora aprender e encara como um jogo, então toda vez que eu aprendo um sinal novo, ensino a ela.

Em pouco tempo, acho que vamos conseguir construir frases inteiras!

Brincando de mãe que não trabalha

6 ago

Image

 

Estou de férias! Engraçado que quando eu comentei isso com uma amiga minha outro dia, ela me perguntou:

“Mas, de novo?”
“Como de novo?” eu respondi. “O ano passado não foram férias, foi licença maternidade!”

E como todos que tem filhos sabem, licença maternidade e férias são BEM diferentes. 

Como dessa vez eu não consegui coordenar as minhas férias com as da Caca, eu sai da agência no mesmo dia em que minha filha voltou as aulas. Apesar de a gente não ter conseguido ir viajar, estou adorando esse momento mãe que fica em casa. No primeiro dia sem ter que ir para a agência, aproveitei para ir até o Shopping Garden na Bandeirantes (que, aliás, eu recomendo para quem gosta de planta) e arrumei o meu micro jardim inteiro. Digo micro porque ele não passa de uma prateleira com várias plantas, mas mesmo assim, eu amo ele!

Estou até aproveitando para cozinhar! Ontem fiz uma receita inédita: coxa de frango com cenoura e abobrinha. E vou dizer uma coisa – para quem não sabe cozinha (que é o meu caso), o site da Rita Lobo, o Panelinha, é incrível. Já era fã dele, mas tinha esquecido dele durante um tempo. Meu amor está renovado! A Caca nem sempre gosta de comer o que eu faço, então outro dia sentei com ela e abri o site. Fomos olhando as fotos e ela fez uma lista junto comigo das coisas que ela queria comer. Tudo bem que metade da lista era macarrão, mas pelo menos as massas tinha brocoli, ervilha e outras coisas saudáveis.

Bom, além de cozinhar, outra coisa que está na minha lista e iniciar a reforma dos banheiros aqui do apartamento. Não sei porque, mas toda vez que fico de férias (ou de licença maternidade) me dá uma vontade louca de redecorar, mandar tapete para lavar, pendurar quadros, colocar prateleiras, enfim…Mudar TUDO de lugar!

Queria muito colocar uma banheira no banheiro das crianças, mas acho que só vou conseguir fazer isso se encomendar uma especial, pois o espaço lá é um pouco limitado.

Nessas férias, a minha única obrigação é apanhar a Caca no colégio as 16 horas. Tirando isso, eu passo o meu empo assim:

Image 

Vamos tomar um chá?

30 jul
This is Pete!

This is Pete!

E que bebida melhor nesse frio, não é mesmo?

Pois é, minha gente, já se passou mais de um ano desde meu último post. Na loucura do dia-a-dia, acabou sobrando muito pouco tempo para sentar, pensar e escrever sobre a vida de mão moderna. E agora eu sou mãe de dois! As “estrelinhas” do meu blog são agora Caca e Pedro. Pedro acabou de completar um ano e está cada dia mais fofinho.

Não, ele ainda não está andando e não parece que está interessado em fazer isso. Toda vez que o levanto e tento encorajá-lo a dar alguns pacinhos, ele senta. Mas não vou forçar! Cada um no seu tempo. Agora falar, ele fala algumas coisinhas – a primeira palavra que ele aprendeu foi “Caca”.

Fica aqui meu compromisso de voltar a escrever. Minha colunista convidada, Grandma Yara, também voltará a fazer suas contribuições às terças-feiras. Ela está, inclusive, nos Estados Unidos ajudando meu irmão João que acaba de ter seu primeiro filho. A pequena June está uma gracinha e é a neta no. 13 dos meus pais.

Gente, vamos nessa! Um grande beijo e bom dia para todos!